Voltar Lugares que Amamos, Manual de Sobrevivência

8 coisas que ninguém te contou sobre o que fazer e o que não fazer em Londres

Por Marketing
04 Jun 2015
12:23 pm

E aí, planejando seu intercâmbio que tanto sonhava pra Londres? Hoje vamos reunir algumas dicas bem úteis para quem está planejando um período de estudos na capital inglesa. Até quando vale a pena fazer o programa e o roteiro que todo mundo faz? Se você quer algumas boas sugestões dos “Dos” and “Dont´s” de lá, esse post é perfeito para você!

Afinal, Londres é enorme e essa atmosfera cosmopolita pode deixar um turista de primeira viagem confuso, principalmente com a alta da libra, pois não é nada mal fazer programas que dá para economizar, certo? E a gente te dá o roteiro e dicas preciosas. Você nos acompanha?

AO INVÉS DE PEGAR O METRÔ, O FAMOSO “TUBE”….

Sim, a gente sabe o quanto o Tube, o famoso metrô de Londres carinhosamente apelidado assim pelos londrinos, pode ser bem conveniente, mas ele também é caro e conta um complicado sistema de tarifas dependendo da distância do destino. Sem contar que você não consegue ver Londres como ela é, já que você fica “underground”.

ANDE DE ÔNIBUS!

Já o ônibus tem uma tarifa mais amigável, possuem uma excelente estrutura, fazem parte do símbolo da cidade e, sentando no segundo andar deles, você faz um baita passeio pela capital, especialmente num dia ensolarado.

AO INVÉS DE IR NUM AFTERNOON TEA CARO E TRADICIONAL…

Os chá da tarde são super tradicionais em Londres, mas muitos acham que precisam pagar um preço alto para vivenciar essa experiência. Mas não rola pagar tipo £40 para o privilégio de estar com fome novamente daqui uma hora, certo?

TENTE UMA ABORDAGEM MAIS MODERNA PARA A HORA DO CHÁ

Então que tal provar uma abordagem mais moderna para a hora do chá? Alguns cafés e hotéis, de luxo inclusive, estão tentando criar novas maneiras de atrair clientes com algo um pouco fora do tradicional. O The Mandarian Oriental é um deles! #FicaADica

AO INVÉS DE FICAR APENAS NO OESTE DE LONDRES (WEST END)…

Ok, todo mundo adora os bairros do West London como o Soho, Covent Garden e Knightsbridge. Eles são lindos, charmosos e deixam a gente ainda mais apaixonados pela cidade, não temos dúvida disso! Mas eles também são bem caros, principalmente para você que está convertando R$ em £, 5x mais caro. E esses bairros contam um número impressionante de turistas.

EXPLORE TAMBÉM O LESTE DA CIDADE, O FAMOSO “EAST LONDON”

Já você, que está vivenciando um intercâmbio e com certeza busca viver uma experiência local, vai adorar considerar o descolado East London. Com lojas fora do comum, com muita coisa “fora da caixa”, mercados de rua como o Broadway Market, que ainda não está nos holofotes, vai te deixar bastante animado. Os preços? Bem melhores.

AO INVÉS DE TENTAR VER TUDO O QUE A CIDADE TEM EM POUCOS DIAS..

Se você está acostumado a capitais europeias mais compactas como Paris e Dublin, saiba que Londres é bem maior em relação a elas. E uma coisa que vale a pena ressaltar: as principais atrações não são tão perto uma da outra.

PRIORIZE AQUILO QUE VOCÊ REALMENTE QUER VER, E COM CALMA

Então fique tranquilo se você não conseguir ver tudo da cidade. Monte um roteiro com antecedência e decida aquilo que é mais importante pra você ver. Se você ama História, por exemplo, coloque o British Museum no topo da sua lista. E considere o tempo em cada local. A Westminster Abbey e a Tower of London são famosas por suas longas filas… vale calcular o tempo em cada uma, até para saber o que dá ou não dá pra fazer depois/antes das aulas. Resumindo, sua trip vai ser muito mais legal, feliz e com sucesso se você focar em alguns must-see e dedicar todos os dias um pouco de tempo só caminhando e explorando novos lugares, sem nada tão programado.

AO INVÉS DE FAZER COMPRAS NA OXFORD STREET…

Sim, a Oxford Street é um dos maiores polos de compra de toda a Europa, mas a maioria das lojas lá, como H&M, Topshop e Zara, são marcas que você facilmente pode encontrar quando voltar pra casa, e até online. As ruas da região estão sempre lotadas, e você não necessariamente precisa enfrentar toda aquela multidão.

VISITE ALGUNS MERCADOS MENORES, E SUPERINTERESSANTES

Londres tem diversos outros lugares para compra. O Boxpark Shoreditch tem várias pequenas butiques de marcas locais, assim como barraquinhas de comida. O Old Spitalfields Market também tem boas ofertas de roupas, joias e peças artesanais feitas pelos artistas locais, que são super Made in the UK.

AO INVÉS DE COMPRAR UM CHÁ NUMA LOJA DE TURISTAS…

A gente sabe que encanta aquelas xícaras com o símbolo da Union Jack nas milhares lojas de turistas espalhadas pela Piccadilly Circus e Leicester Square, mas vamos combinar que as lojas sabem que os turistas não ligam para o chá em si, então a qualidade desses objetos é baixa. Se vocês só quiser um “objeto bonitinho que comprei em Londres”, sem problemas, compre mesmo.

TRAGA UMA LEMBRANÇA DA FORTNUM & MASON

Mas os Brits amam seus chás, e você pode comprar alguns maravilhosos na cidade. A loja certeira para isso é a Fortnum & Mason, pra não ter erro algum. Se você quer explorar lugares mais locais, o Postcard Teas em Marylebone possui uma boa seleção.

AO INVÉS DE PAGAR POR EXPOSIÇÕES ESPECIAIS NO TATE MODERN E VICTORIA & ALBERT MUSEUM..

No Reino Unido, há uma crença que os museus devem ser sempre gratuitos para visitá-los. No entanto, o Tate Modern e o Victoria & Albert Museum (V&A), por exemplo, têm exibições especiais e que são pagas. Se realmente não for seu artista favorita, pule.

VISITE UM DOS MUSEUS COM ENTRADA GRATUITA

Prefira ver tanta arte gratuita que tem pela cidade. Seja a coleção permamente no Tate Modern, no Tate Britain, V&A, National Gallery, British Museum… Aproveite!

AO INVÉS DE ACHAR QUE LONDRES É IGUAL A NOVA YORK…

Os brasileiros amam a América, assim como diversos turistas internacionais, e muitos acabam pensando que Londres , por se falar inglês e ter similaridades com a cultura americana, é bem parecida com Nova York. Mas também é importante saber que elas são muito diferentes. Muitos amam e são fã da cultura pop britânica e acham que sabem tudo do país porque assistem Downtown Abbey, mas é sempre bom chegar à cidade com a cabeça aberta.

DEIXE LONDRES SER LONDRES

Trate Londres assim como qualquer outro lugar que você está indo para explorar. Sim, os londrinos falam inglês, mas eles também têm suas próprias regras, costumes e equívocos. Não tente frisar o quão engraçado é como os britânicos falam “lift” ao invés de “elevator” ou reparar excessivamente no seu sotaque e como é difícil de entendê-los às vezes. Você não veio de tão longe para fingir que está em casa, certo? Faça uma imersão na cultura, aprenda quanto vale cada moeda do país, prove uma comida que você nunca ouviu falar antes e faça novos amigos no pub mais próximo.

Deixe um comentário

Speak Your Mind

Your email address will not be published. Required fields are marked *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>